Uma breve história sobre o Homo sapiens

Bem vindo Homo Sapiens ! (do latim, “Homem Sábio”)
Sim ! É assim que somos designados pela pela ciência.

Nossa espécie tem características únicas, em destaque para:

  • Imaginação: é uma característica base para, por exemplo, acreditarmos em Deuses, criamos a noção de Países (com suas fronteiras e leis), criamos Religiões (e morremos por elas), Times de futebol (e morremos por eles?!)… e confiar que um pedaço de papel tem um valor de troca, que chamamos de Dinheiro.
  • Topo da cadeia alimentar imposto: Somos a única espécies que, mesmo sem ter capacidades físicas para estar no topo, chegamos aqui mais rápido do que qualquer outra espécie, e com isso causando um desequilíbrio que nenhum outro Topo de Cadeia jamais causou.
  • Agir em cooperação: Conseguimos criar tribos enormes, movimentos gigantescos em torno de uma ação. Isso nos dá uma vantagens sobre as demais espécies que nos foi muito útil, as em muitos momentos, o mal uso que fizemos disso, nos trouxe malefícios diretos e indiretos.
  • Produzir alimentos de forma concentrada: A agricultura em si já é uma grande revolução, mas a concentração da produção em enormes monoculturas ou fazendas de criação, causam um impacto de dimensões catastróficas para todo o planeta
  • Autoconsciência: É a única espécie que está em uma busca constante de entender e melhor a si mesma

Sapiens: Uma breve história da humanidade

É um livro de Yuval Harari publicado em 2014 é um campeão e vendas em todo o mundo, e tem ajudado muitas pessoas, incluindo líderes e pensadoreas mundiais, e tomarem melhores decisões na área de política !

O autor consegui com muito louvo, a difícil tarefa de fazer um resumo da história da humanidade, com um bom rigor científico.

Ler esse livro deveria ser obrigatório em todas as escolas !
Ele é bem mais útil do que muitos livros de história, que recontam histórias de forma muitas vezes equivocada e parcial.

O autor divide o livro em 4 grandes sessões:

  1. A Revolução Cognitiva: Onde começamos a Imaginar em coisas Abstratas, o que nos levou a confiar uns nos outros por meio da Confiança. Até hoje guardamos em nosso DNA certas crenças do que é ou não confiável, e estamos a todo momento analisando o outro, para ver se podemos continuar acreditando nele. Por outro lado, estamos sempre preocupados com o julgamento do outro, pois não ser aceito, significava ficar fora do grupo e por consequência morrer de fome.

  2. A Revolução Agrícola


  3. A Unificação da Humanidade


  4. A Revolução Científica